Estado da Capa: N/L
Estado do Disco: N/L

"Both Sides of the Sky", álbum póstumo de Jimi Hendrix. O registro conta com 13 gravações feitas entre 1968 e 1970 - 10 delas são inéditas.
O disco fecha a trilogia de gravações raras de Jimi Hendrix, iniciada com "Valleys Of Neptune" (2010) e continuada por "People, Hell And Angels" (2013). O projeto é comandado pela Experience Hendrix, em parceria com a Legacy Recordings.
Entre outras músicas notáveis, uma versão inédita de "Woodstock" de Joni Mitchell, onde Jimi Hendrix acompanha Stephen Stills, desta vez no baixo, e "Lover Man", no qual se diverte em reproduzir o tema da série de TV "Batman".
"Jimi era um louco por ficção científica", revela Yazid Manou. "Sua irmã Janie contou que seu apelido quando criança era Flash Gordon. E de qualquer maneira, com sua guitarra, ele era como uma criança com seu brinquedo favorito. Não parava de se divertir no estúdio. E mesmo durante os shows! Em Monterey, ele concluiu seu set com 'Wild Thing', tocando 'Strangers in the Night' de Franck Sinatra".

Fonte: Wikipedia/Whiplash

Jimi Hendrix - Both Sides Of The Sky (Import/Lacrado/Duplo/180g + Livro c/ fotos)
Esgotado
Jimi Hendrix - Both Sides Of The Sky (Import/Lacrado/Duplo/180g + Livro c/ fotos)

Estado da Capa: N/L
Estado do Disco: N/L

"Both Sides of the Sky", álbum póstumo de Jimi Hendrix. O registro conta com 13 gravações feitas entre 1968 e 1970 - 10 delas são inéditas.
O disco fecha a trilogia de gravações raras de Jimi Hendrix, iniciada com "Valleys Of Neptune" (2010) e continuada por "People, Hell And Angels" (2013). O projeto é comandado pela Experience Hendrix, em parceria com a Legacy Recordings.
Entre outras músicas notáveis, uma versão inédita de "Woodstock" de Joni Mitchell, onde Jimi Hendrix acompanha Stephen Stills, desta vez no baixo, e "Lover Man", no qual se diverte em reproduzir o tema da série de TV "Batman".
"Jimi era um louco por ficção científica", revela Yazid Manou. "Sua irmã Janie contou que seu apelido quando criança era Flash Gordon. E de qualquer maneira, com sua guitarra, ele era como uma criança com seu brinquedo favorito. Não parava de se divertir no estúdio. E mesmo durante os shows! Em Monterey, ele concluiu seu set com 'Wild Thing', tocando 'Strangers in the Night' de Franck Sinatra".

Fonte: Wikipedia/Whiplash